jornalpalavra

jornalpalavra

Governo vai propor o pagamento de 100% do salário aos pais que apoiam os filhos no estudo

O Boco e Esquerda e o Partido Comunistas já tinham desafiado o governo a pagar a 100% do salário aos pais que têm os filhos em no ensino online. O governo vai apresentar hoje a proposta que visa alargar o apoio aos pais que têm crianças até ao 4.º ano de escolaridade. O apoio prevê que um dos pais troque o teletrabalho por apoio aos filhos nas aulas. Em jogo está a dificuldade de manter o teletrabalho e o Estudo à distância dos filhos. Também no caso das famílias monoparentais, os pais vão poder ficar em casa sem perder rendimentos.

Tal como está a legislação, a situação dos pais em teletrabalho não podem usufruir da medida de apoio de 2/3 do salário, 66%, para se dedicarem aos filhos que se encontrem em ensino à distância. Com a nova medida, se ela for aprovada, os pais vão poder escolher qual deles deixa o teletrabalho e fica no apoio aos filhos sem perder rendimentos.