jornalpalavra

jornalpalavra

João Ramos vence o prólogo da Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal

João Ramos, aos comandos de um Toyota Hilux e navegado por Filipe Palmeiro, foi esta tarde o mais rápido no prólogo da 33ª edição da Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal que se está a disputar em Reguengos de Monsaraz. Um segundo atrás ficou Tiago Reis, com Válter Cardoso a seu lado igualmente aos comandos de uma Toyota Hilux, o piloto que lidera o Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno. Terceira posição para a dupla Alejandro Martins e José Marques, aos comandos do Mini John Cooper Works Rally. Quarto lugar para o par Edgar Condenso e António Serrão, aos comandos de uma Ford.

Para o piloto da Toyota o objetivo para esta corrida passa por: “a nível de Campeonato está tudo bastante limitado para nós. Infelizmente, foram anuladas duas provas das sete que estavam programadas e face às minhas duas desistências no início do campeonato fico realmente condicionado. Mas, não tenho nada a perder e nesta prova vou atacar porque ou eu tento ou nada vale a pena. Adorei o prólogo e estamos com um andamento muito forte. A diferença para o segundo lugar foi incrível pois tivemos uma vantagem de nove décimas o que, de facto, revela que este campeonato está muito competitivo. Espero continuar a fazer uma boa prova”, contou João Ramos (declarações aqui).

Em mini a dupla César e Tânia Sequeira, pai e filha, foram os quintos mais rápidos já a 23 segundos da marca registada por João Ramos.

Por classes, a dupla Tiago Guerreiro e Pedro Santos em Can-Am foi a mais rápida da classe T3. Michael Braun e Ivo Santos, em Porsche Cayene, registaram o melhor tempo dos T8.

Entre os T4, o par Filipe Nascimento e Paulo Torres registou a melhor marca no prólogo. Finalmente, entre os T2 foi Fernando Barreiros e Sérgio Cerveira quem, aos comandos de uma Isuzu, averbou a melhor marca neste prólogo de pouco mais de 5 kms

A 33ª Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal prossegue amanhã com a disputa de dois Sectores Seletivos num total de 206,30km. No domingo a prova encerra com um SS de 150 quilómetros disputados ao cronómetro.