jornalpalavra

jornalpalavra

Poesia: Rodopia o vento

Rodopia o vento

Rodopia o vento
Oscilam as velas
Do mar pensamento
Pelo mastro sustento
De virgens estrelas

Rodopia o vento
Pelas ondas belas
Que abre num tormento
No mar barlavento
Todas as janelas

Rodopia o vento
Pelas asas da noite
Sem constrangimento
Diminui o alento
De alguém que se afoite

Rodopia o vento
Em brados soão
Em todo o momento
Vou com ele e tento
O teu coração

Rodopia o vento
Na quilha mais alta
Rodopia o vento
Pelo mar do tempo
Tu fazes-me falta

 

  • Publicado no jornal PALAVRA edição de janeiro 2021