jornalpalavra

jornalpalavra

Portugal entra na 4ª fase de desconfinamento

Perante a decisão do Presidente da República de não renovar o Estado de Emergência, Portugal passa a estar em Estado de Calamidade, o mais elevado nível de alerta da Proteção Civil.

O Primeiro Ministro, em declarações ao país referiu terem sido analisado em Conselho de Ministros os dados disponíveis sobre a evolução da pandemia e, tendo em conta a situação atual é possível passar para a 4ª fase de desconfinamento. Tanto a taxa de incidência como o Risco de Contágio dão alguma segurança de estar controlados o suficiente para dar um passo en frente.

Neste sentido o governo decidiu que, a partir das 00h0 do dia 1 de maio a fronteiras vão estar abertas, assim como os restaurantes, cafés e similares, estarão abertos, com  possibilidade de servir jantares até às 22h30 com um máximo de 10 pessoas em esplanada e 6 no interior, tanto nos dias de semana como nos fins de semana. As salas de espetáculo também podem funcionar até às 22h30. Reuniões festivas podem realizar-se desde que cumpram a regra de 50% da lotação do espaço. Lojas e Centros comerciais podem abrir até às 21h00 nos dias de semana e 19h00 aos fins de semana. Todos os desportos podem funcionar e os ginásios podem realizar aulas em grupo.

Estas medidas são aplicáveis a todo o território continental com exceção de alguns concelhos que vão ter que continuar com regras de restrições das fases anteriores de acordo com a situação epidemiológica de cada um.