jornalpalavra

jornalpalavra

Margarida Carreiro

SAR – Secção de Ginástica e Trampolins Margarida Carreiro convocada para o estágio da Seleção Nacional de Júniores

A ginasta da Sociedade Artística Reguenguense (SAR), Margarida Carreiro, foi convocada pela Federação de Ginástica de Portugal para o estágio da Seleção Nacional de Júniores que decorreu no Centro de Alto Rendimento de Anadia entre os dias 28 e 30 de dezembro.
Margarida Carreiro em declarações ao PALAVRA refere que “foram três dias intensos de muito treino” e que o objetivo do estágio foi “a preparação de novos elementos nas minhas séries, assim como, a preparação da época 2021”.
Numa altura de bastante incerteza Margarida Carreiro pretende este ano participar em várias provas e espera que a situação pandémica que o país atravessa não venha a comprometer os seus objetivos.
Desde os 6 anos que Margarida Carreiro é ginasta da SAR e há dez que participa em campeonatos nacionais e internacionais. De todos aqueles em que já participou, aquele que mais a marcou foi “o Campeonato do Mundo por Grupos e Idades (CMGI) realizada no Japão em 2019. Provas como estas são sempre de grande importância e que nos marcam nem que seja pela participação. Para mim, foi um pouco mais que isso, pois acabou por ser lá que atingi um dos meus objetivos, conseguir o Estatuto de Alto Rendimento” revela Margarida Carreiro. Adianta ainda que “a nível nacional já participei em muitos campeonatos, conseguindo lugares de pódio. Quando se chega a um pódio a nível Nacional qualquer um é sempre um motivo gratificante pelo trabalho realizado todos os dias”. A nível internacional a ginasta destaca “a Scalabis Cup (Santarém), Loulé Cup (Loulé), Coimbra GYM Fest (Coimbra), Frivolten Cup (Suécia), Beach Cup (Cacavelos) e Copa Galicia (Merin)”.
Relativamente ao seu maior sonho confessa “Os jogos Olímpicos é mesmo o sonho de qualquer atleta” e que os seus objetivos na modalidade têm sido alcançados “gradualmente e sinto-me muito feliz até onde já cheguei”. Ao longo do seu percurso tem contado sempre com a ajuda de algumas pessoas e instituições “Agradeço todo este caminho ao meu treinador por todo o empenho e motivação, mesmo nos momentos mais complicados, pois não são pucos. Nem sempre os momentos são feitos de vitórias, existiram muitas derrotas que nos fortaleceram e existirão muitos desafios. Se assim não fosse, nada teria o mesmo valor e amor ao que se faz”. Deixa ainda um agradecimento “enorme à autarquia de Reguengos pelo incansável apoio” e também aos seus pais uma vez que foram eles os responsáveis por ela ter ingressado nesta modalidade.
Quando questionada sobre as condições de que dispõe atualmente para treinar menciona “sinto que as nossas condições de treino ainda estão longe de ser as ideais … as instalações estão muito envelhecidas e nas questões de segurança não temos ainda as condições ideais”, a ginasta refere ainda que dificuldades de treino têm sido minimizadas graças “aos apoios da nossa autarquia em vários aspetos, como por exemplo a remodelação de equipamentos para treino”.
Com a conclusão da obra junto ao pavilhão gimnodesportivo Arquiteto Rosado Correia e a assinatura do Contrato-Programa de Desenvolvimento Desportivo entre o Município de Reguengos de Monsaraz, a Federação de Ginástica de Portugal e a Sociedade Artística Reguenguense que prevê a criação de um Centro de Alto Rendimento naquele espaço, o qual irá permitir receber qualquer clube ou seleção para estagiar e ao mesmo tempo melhorar as condições de treino para os ginastas reguenguenses.

 

  • Notícia publicada no Jornal PALAVRA edição de janeiro 2021