Dedicada ao tema da música no claustro a VIIIª edição de Residência Cisterciense assume uma nova dimensão, saindo das paredes do mosteiro cisterciense de S. Bento de Cástris e apostando no domínio das conversas globais.

Pretende-se que as sonoridades ganhem uma dimensão múltipla: a importância das religiosas e da praxis musical no universo claustral; a espessura atlântica dessa expressão; o entendimento do valor patrimonial da Música e dos esforços para a sua conservação; e a partilha de dados já recolhidos pelo Projeto PASEV, parceiro desta edição da Residência, em termos de música e sonoridades nos espaços monástico-conventuais de Évora na época moderna.

Partindo de um percurso histórico, inspirador do espírito da Residência, que, ao longo de centenas de anos, implicou a clausura estrita para as religiosas contemplativas cistercienses, em 2020 a realidade da Residência Cisterciense torna-se mais global, abrindo a possibilidade de outros interessados.

Na VIIª edução estarão presentes Luisa Morales da Universidade de Lleida; Rosana Marreco Brescia da Universidade Nova de Lisboa; Mário Pereira, Diretor do Palácio Nacional de Mafra; Antónia Fialho Conde e Rodrigo Teodoro Paula da Universidade de Évora.

O encontro vai realizar-se através de ZOOM que será enviado a quem se inscrever até dia 17 de setembro. A inscrição pode ser feita…

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *